TAG dos 50%| Os melhores até agora 

Processed with VSCO with hb1 preset

Oi gente, tudo bem? Sei que o blog está um pouco parado, mas o dia a dia está bem corrido e acaba dificultando ter mais tempo para vocês. Por isso siga nossas redes sociais, estamos mais ativos por lá. 

Hoje eu venho com a tag dos 50% para avaliarmos nossas leituras do primeiro semestre – ano está passando muito rápido!  Continuar lendo

[Resenha] Entre o Amor e a Magia da Suzana Chaves.

Olá Pessoal.

Hoje vamos conversar sobre o livro que recebi em parceria com a editora Sekhmet, ele é um lançamento de 2017.

Ano: 2017 | Paginas: 160 | Gênero: Romance | Editora: Sekhmet | Onde Compra: Editora Sekhmet | Nota: ⭐⭐⭐

Sinopse 

CapaAlice é universitária que estuda História, ela namora o Matthew e ele estuda Advocacia. Eles namoram há certo tempo, só que Matthew é um garoto mimado que tem tudo o que quer, seu pai é um grande advogado então Matthew não liga de se empenhar na faculdade já que sabe que o pai irá resolver qualquer problema que ele tiver. Já Alice tem que se matar na faculdade, pois não tem ninguém influente para a ajudar, somente seu esforço. Isso não é um problema para ela já que ela ama o que faz.

 

Tudo começa quando Matthew quer cabular aula só que bem neste dia Alice tem sua prova final e depois é férias, eles acabam brigando, depois da prova Alice reflete junto com sua amiga tudo que seu relacionamento representa e decide dar um tempo nesta relação durante as férias.

Ela irá passar as férias na sua cidade natal River Green juntos com seus familiares, ela ama tudo o que esta cidade representa, pois ela sente uma vibração diferente quando fica nesta cidade. Tudo esta saindo como planejado, ela está se divertindo com sua família, mas tudo muda no dia que ela é atropelada por Adam. Ele está passando as férias na casa dos pais, logo na primeira troca de olhares fagulhas de atração acontece e Alice fica confusa já que nunca tinha sentido isso por Matthew. Adam a convida para uma festa local e ela fica muito animada. Durante este “primeiro encontro” ela percebe que com Adam seus sentimentos são diferentes e assim começa uma linda história de amor.

Mas calma! Que nem tudo são flores em seu aniversário de 21 anos, Alice irá descobri que tem um dom e terá que escolher entre Adam e seu dom, só que irá aparecer um amor antigo fazendo tudo para lhe conquistar.

“Sei que a decisão que tomei vai mudar o rumo da minha vida, mas era preciso fazê-la. As consequências podem ser fortes, mas não posso voltar atrás.”

DSC09197

Opinião

Alice é uma menina inteligente, meiga e amorosa, só que ao mesmo tempo ela tem aquelas incertezas de toda menina, sofre por um amor, tem medo de fazer escolhas erradas e chora por tudo (kkk), eu achei que para a idade dela ela é muito imatura sempre quando tem um problema sobe para quarto e fica chorando e se lamentando. As atitudes dela pareciam mais para uma menina de 15 anos.

Matthew é um chato típico garoto mimando que tem tudo o quer e quando perde algo vai atrás pois ele quer ser a última palavra. Adam é um sonho, ele é romântico, lindo faz de tudo para agradar sua amada e a ver feliz.

– O que foi? – Pergunta Adam todo curioso.
– Nada. – Fico sem graça.
– Você é linda. – Fico surpresa com o modo que as palavras são ditas. Parecia um belo som de harpa aos meus ouvidos.
Adam passa a mão levemente em meu rosto. Seu toque me deixa arrepiada, fico confusa, seu toque é eletrizante, acho que consigo ouvir as batidas do meu coração.
– Adam, eu…
– Eu sei Ali, eu sei…
Deito minha cabeça em seus ombros e me deixo levar pela música.

Eu amei a relação que a Alice tem com a família, sua família lhe apoia em tudo até mesmo nos momentos mais difícil eles estão todos juntos, pois a autora nos mostrou que se temos uma base boa temos tudo, pois são eles que vão estar do nosso lado para sempre.

“O maior presente que temos é a nossa família reunida, com saúde e alegria. Todos somos presentes um do outro, porque todos são importantes aqui.”

Tenho que falar também de Cass uma amiga que eu achei demais pois ela dá bronca, conselhos e o mais importante está do lado da sua amiga não só nos momentos bons mas sim nos momentos difíceis, ela vai ser tipo a fada madrinha da Alice.

“Vou te dar conselho, se você realmente a ama, você tem que aceita-la do jeito que ela é. Não importa a linhagem e nem dom que ele tem. O que realmente importa é que a Ali é uma pessoa maravilhosa… Isso cabe a você pensar, mas não demora a pensar não. Matt disse que está disposto a lutar por ela.”

O que eu não gostei e isso me atrapalhou muito na leitura, foi o romance instalove, pois eu não acho que isso existe na vida real, tipo você cair de bicicleta e já se apaixonar pela pessoa, outra coisa foi a forma como a Alice esqueceu o Matthew, tá o cara é um babaca mas ninguém esquece ninguém assim tão rápido. Outra coisa que não gostei foi a forma que a fantasia foi inserida. Foi de forma rasa e rápida, acho que este livro tem muito mais o foco no romance do que na fantasia em si.

A escrita da autora é uma delicia, ela traz os acontecimentos de forma que faz você ficar de sorrisinho bobo no rosto e também triste e com raiva, acho que este livro teria que ter uma continuação onde focaria mais na fantasia. Queria saber mais sobre a magia. Eu li em ebook o livro e achei vários erros de revisão e isso atrapalhou um pouco a leitura.

Este é um livro perfeito para quem gosta de romance fofinho daquele que faz você suspirar, mas quem gosta de fantasia não é um livro que eu recomende.

DSC09194

Bem é isso pessoal, espero que tenham gostado da resenha, me digam nos comentários se ficou com vontade ler este livro, e se caso você já tenha lido me diga o que achou dele.

Ah!  Mais uma coisa não esqueça de me seguir nas redes sociais.

Instagram e Skoob

Beijos e Abraços até a próxima.

 

Opinião| Orgulho e Preconceito – Jane Austen| Livro e Filme 

Falar de Jane Austen não é algo tão fácil de fazer. Analisar uma obra clássica é muito mais complicado. Histórias clássicas são registros das análises que autores faziam em seus períodos e que penduram até hoje.  Como estamos falando de uma autora que é aclamada por séculos, hoje eu não farei resenha. Será um post sobre como foi ler a obra, o que achei e uma breve comparação com o filme. 

Continuar lendo

[Metas 2017] Revendo as Metas de 2017

Olá Pessoal.

Hoje é dia de conversar sobre quais foram as metas que já cumpri até agora, e tenho que dizer que este é o post da vergonha rsrs, pois até agora não cumpri nenhuma mas algumas eu desisti e algumas estão a caminho. Para saber quais eram as minhas metas para este ano é só conferir o post aqui.

Ler 40 livros 

Até agora já foram mais de 30 livros  e tenho que dizer que foram leituras muito proveitosas, somente duas entre estas que foram uma decepção. Já as outras foram tudo 4 ou 5 estrelas, então como eu sou maluca resolvi aumentar as meta para 50 livros.

20170614_153316 Continuar lendo

[Resenha] Todos Nenhum Simplesmente Humano de Jeff Garvin – Ed. Plataforma 21.

 

Olá Pessoal,

Hoje vamos conversar sobre o livro Todos Nenhum Simplesmente Humano do Jeff Garvin um lançamento de 2017 pela Editora V&E pelo selo Plataforma 21.

Ano: 2017 | Paginas: 400 | Gênero: YA LGBT | Editora: Plataforma 21 | Onde Compra:Amazon \ Submarino \ Saraiva \ Kindle | Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💓

Sinopse 

todos-nenhum-simplesmente-humano-com-bordaRilley tem 15 anos é gênero fluido ou seja tem dia que ele se sente como menino ou menina, ou também pode se sentir os dois ou nenhum.

Ele esta começando em uma escola nova é quer que tudo seja diferente então ele tenta se vestir o mais neutro possível, só que logo na sua chegada há escola Rilley percebe que não será tão fácil assim já que todos estão olhando para ele com curiosidade a acabam fazendo comentários maldosos.  Na sua primeira aula Rilley conhece Solo um menino que logo puxa assunto com Rilley, é ai que ele pensa que finalmente terá um amigo, mais ao chegar no intervalo ele percebe que não será tão fácil assim.

Ao chegar em casa Rilley esta magoado é então que decide ouvir sua psicóloga e abre um blog, já que atrás de um computador Rilley pode falar o que pensa sem que as pessoas o lhe julgue. Os dias se passam e seu blog acaba ganhando vários seguidores e ai que tudo sai do tudo de seu controle.

Neste meio tempo Rilley conhece Bec uma menina que é diferente das outras e que começa a se aproximar de Rilley eles acabam por virar ótimos amigos, e nisto Solo vê que fez bobagem e começa a se redimir com Rilley.

” Você acha que não sei que meu gênero não é imediante aparente para você ? Acha que não escolhi essas roupas e esse corte de cabelo especificamente para não me encaixar numa categoria ? Sou gênero fluido, mais não idiota. “

Opinião 

Primeiro saiba que este livro é espetacular e deve ser lido por todos.

Agora vamos a minha opinião,

Rilley está passando por vários problemas mas infelizmente não consegue se abrir com ninguém somente com sua psicóloga, já que ela é paga para lhe escutar e não contar a ninguém sobre seus problemas e claro tentar lhe ajudar. Mas mesmo com muitas dúvidas e medos ele não deixa se abater e põe a cara para bater e fala o que pensa. Seu maior medo é desapontar seus pais mais precisamente seu pai, que está concorrendo a deputado e que o condado que ele concorre é muito conservador. Sua relação com seus pais é meio afastada já que sua mãe e seu pai passam o dia todo fora e acabam por conversar o mínimo possível com o filho.

Mesmo com seu blog saindo do controle Rilley ira tirar proveito disso, ele terá ajuda de dois amigos espetaculares que farão de tudo para que os dias de Rilley sejam melhores e que eles consiga aceitar “como ele”  é. O menino também irá frequentar um grupo de apoio onde acaba conhecendo outras pessoas “como ele”.

O autor fez eu ficar conectada pela obra desde o primeiro capítulo onde eu queria saber sempre como Rilley ia dar a volta por cima, tenho que dizer que irá ter uma parte muito forte no livro onde fiquei bem chocada de ver a3te onde o ser humano vai para poder humilhar o próximo e se sentir vitorioso.  Este livro trata temas como Bullying, amizade, primeiro amor, mas acho que a mensagem principal que o livro passa é que devemos parar de ver as pessoas por sua raça, orientação sexual, deficiência entre outros, onde o que verdairamente importa mesmo à pessoa é ser simplesmente humano.

” A identidade de gênero não é externa e nem interna. É algo que se sente, não algo que se vê e pode ser bem mais complexa de que apenas masculino ou feminino “

DSC09189

Outra coisa que percebi que autor fez, foi uma bela de uma pesquisa sobre o assunto e trouxe para nós de forma simples mas completa. Mesmo sendo o primeiro livro do autor não consegui ver problemas e sobre a edição não posso falar muito já que li pelo kindle.

Por fim eu digo que todos vocês devem ler este livro, pois vamos perceber quanto somos egoístas e superficiais e que devemos tentar mudar nossa forma de agir e pensar.

” Sempre vai ter gente como o Jim Vickers mas não vou deixar que eles me impeçam de fazer o que eu quero. E você também não deveria deixar. “

 

DSC09189

Bem é isso pessoal, espero que tenham gostado da resenha, me digam nos comentários se ficou com vontade ler este livro, e se caso você já tenha lido me diga o que achou dele.

Ah!  Mais uma coisa não esqueça de me seguir nas redes sociais.

Instagram e Skoob

Beijos e Abraços até a próxima.